Notícias da PF - Concursos 2013.

Mostrando 1 - 7 de 7

izabellesouza izabellesouza
32 postagens
Desde 10/07/12


''Deverá ser divulgado nos próximos dias o resultado do processo de mobilidade interna dos servidores administrativos da Polícia Federal (PF). O resultado será fundamental na distribuição regional das 566 vagas do concurso para área de apoio do órgão, já que, conforme informações da Coordenação de Recrutamento e Seleção (Corec) do departamento, basicamente, as vagas que ficarem ociosas em cada um dos estados e no Distrito Federal após o processo serão oferecidas na seleção externa. A PF trabalha para divulgar o mais rápido possível o edital de abertura do concurso. De acordo com a Corec, caso a organizadora seja definida em tempo hábil, a divulgação poderá ocorrer logo após o resultado da mobilidade interna. Até a última segunda-feira, dia 19, não havia informações sobre a conclusão da escolha da instituição que ficará à frente do concurso.

O mais provável é que o edital seja divulgado até setembro, com as provas sendo aplicadas em novembro, em todas as capitais. Das 566 vagas, 534 serão apenas para agente administrativo. O cargo tem como requisito o ensino médio completo (não há exigência de carteira de habilitação) e proporciona, além de estabilidade (contratação pelo regime estatutário), remuneração inicial de R$3.689,77, incluindo auxílio-alimentação, de R$373.As outras 32 vagas serão em cargos de nível superior. Haverá 11 vagas para engenheiro, sete para assistente social, cinco para contador, quatro para administrador, três para psicólogo e duas para arquivista. Para esses, os iniciais, também com o auxílio, são de R$5.454,18 (engenheiro) e R$4.412,3 (demais). Em todos os casos (inclusive para agente administrativo), a carga de trabalho será de 40 horas semanais.

Etapas - A Corec já informou que a seleção deverá ser feita por meio de provas objetivas para todos os cargos e, ainda, prova discursiva, apenas para os de nível superior. Embora não tenha antecipado o programa, a coordenação já classificou a última seleção para a área de apoio do departamento, realizada em 2004, como a maior referência para o novo concurso.''
FONTE: Folha Dirigida. 20/08/2013.

izabellesouza izabellesouza
32 postagens
Desde 10/07/12


NOTÍCIA DE HOJE (QUINTA FEIRA - 22/08/2013. Fonte: FOLHA DIRIGIDA).

Notícia sobre este concurso
Apoio: maior número de vagas em Brasília, prevê sindicato

Ultimamente, a maior parte dos concursos públicos federais tem concentrado vagas nas sedes dos órgãos em Brasília, sobretudo nas seleções para a área administrativa. E no concurso da Polícia Federal (PF) para 566 vagas em cargos dos níveis médio e superior não deve ser diferente. Para a presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SinpecPF), Leilane Ribeiro, a maioria das vagas para a capital federal disponibilizadas no processo de mobilidade interna de servidores administrativos do departamento, cujo resultado preliminar deverá ser divulgado até esta sexta-feira, dia 23, não deve ser preenchida. E segundo a Coordenação de Recrutamento e Seleção da PF (Corec), basicamente, as vagas que sobrarem do processo de mobilidade serão oferecidas no concurso externo. Com isso, a destinação de vagas para as unidades nos estados também dependerá do fluxo de transferências dos atuais servidores. O mais provável é que o edital de abertura da seleção, que já está praticamente pronto, de acordo com a Corec, seja divulgado, no máximo, em setembro.

Conforme a portaria da PF que instituiu o processo de mobilidade interna para os servidores de apoio deste ano, foram oferecidas 534 vagas de transferência para os agentes administrativos do órgão, o mesmo número de vagas que será ofertado na seleção para novos servidores. Destas, 259 são para remoção para Brasília, sendo 250 para as unidades centrais do órgão e nove para a Superintendência do Distrito Federal. “Quase todas as vagas para Brasília devem ficar para o concurso”, afirmou Leilane Ribeiro. Além das vagas inicialmente oferecidas na remoção interna, também devem inflar a oferta na capital federal, aquelas que surgirem do deslocamento para outras regiões dos servidores que estão hoje em Brasília. Segundo a presidente do SinpecPF. “Muitos estão optando por ir para as unidades no Nordeste, em busca de um menor custo de vida e de mais opções de lazer.

Até por esse motivo, é provável que sobre para o concurso vagas em estados como Rio de Janeiro e São Paulo. Foram oferecidas aos atuais servidores 25 vagas no Rio e 35 em São Paulo. “Houve alguma procura pelas vagas no Rio e, em São Paulo, a procura foi maior no interior do que na capital”, contou Leilane Ribeiro. As outras chances para a transferência dos atuais agentes administrativos foram distribuídas da seguinte forma (os números não correspondem à distribuição das vagas no concurso externo): Acre (5 vagas), Alagoas (5) , Amazonas (7), Amapá (5), Bahia (11), Ceará (11), Espírito Santo (9), Goiás (9), Maranhão (7), Minas Gerais (17), Mato Grosso do Sul (11), Mato Grosso (9), Pará (11), Paraíba (9), Pernambuco (9), Piauí (5), Paraná (18), Rio Grande do Norte (7), Rondônia (7), Roraima (5), Rio Grande do Sul (17), Santa Catarina (11), Sergipe (5) e Tocantins (5). Além das 534 vagas de agente administrativo, o concurso que será aberto pela PF terá 32 vagas em cargos de nível superior, sendo 11 para engenheiro, sete para assistente social, cinco para contador, quatro para administrador, três para psicólogo e duas para arquivista. Para esses cargos, todas as oportunidades no processo de mobilidade interna foram para as unidades centrais, em Brasília.


Confirma requisitos e remunerações

O cargo de agente administrativo tem como requisito o ensino médio completo (não há exigência de carteira de habilitação) e proporciona remuneração inicial de R$3.689,77, incluindo auxílio-alimentação, de R$373. Para os cargos de nível superior, a exigência é formação específica para a função e os iniciais são de R$5.454,18 (engenheiro) e R$4.412,3 (demais), também com o auxílio. Em todos os casos, as contratações serão pelo regime estatutário, que dá direito a estabilidade, e os admitidos terão que cumprir carga de trabalho de 40 horas semanais. Caso o edital seja de fato publicado em setembro, as provas devem ser aplicadas em novembro, em todas as capitais. Segundo a Corec, a seleção deverá compreender provas objetivas para todos os cargos e prova discursiva, apenas para o nível superior. Ainda de acordo com a coordenação, a maior referência para o concurso é última seleção para a área de apoio do departamento, realizada em 2004.

izabellesouza izabellesouza
32 postagens
Desde 10/07/12


O que precisa para se candidatar ao cargo de agente adm PF.

O Agente Administrativo da Polícia Federal tem que ter o certificado de conclusão de curso de nível médio ou equivalente, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.
O trabalho de um Agente Administrativo da Polícia Federal se resume em atividades de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica. Também supervisiona os trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e material executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

izabellesouza izabellesouza
32 postagens
Desde 10/07/12


Apoio: levantamento indica vagas em todo o país

A Polícia Federal (PF) divulgou internamente o resultado preliminar do processo de mobilidade interna de servidores administrativos, que servirá de base para definir a distribuição de vagas do concurso que será aberto nas próximas semanas para 566 vagas na área de apoio do departamento, sendo 534 somente para agente administrativo, de nível médio, com remuneração de R$3.689,77 já no início da carreira. Segundo levantamento feito pelo Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da PF (SinpecPF), o resultado aponta para vagas em todo o país.

Como já havia explicado a Coordenação de Recrutamento e Seleção (Corec) da PF, basicamente, as vagas que sobrarem da remoção interna serão oferecidas no concurso para admissão de novos servidores. Isso porque a distribuição pode ser alterada para atender eventual necessidade da administração, como para a formação do quadro de uma nova delegacia, por exemplo. A possibilidade de alteração também foi alertada pelo SinpecPF que, porém, ressalta que o resultado da mobilidade é um bom parâmetro de como deverá ser a configuração da oferta do concurso.

Confirmando a projeção feita pela presidente do SinpecPF, Leilane Ribeiro, houve grande sobra de vagas em Brasília, com a capital federal devendo concentrar o maior número de vagas do concurso. Mais da metade das vagas de agente e praticamente todas as de nível superior, caso a distribuição siga o resultado da remoção. De acordo com o sindicato, a única movimentação referente aos cargos de nível superior se deu para arquivista, com um servidor optando por ir para Brasília e consequentemente, abrindo vaga em João Pessoa.

No concurso externo haverá duas vagas para arquivista. As outras vagas de nível superior serão nos cargos de engenheiro (11), assistente social (7), contador (5), administrador (4) e psicólogo (3). Os ganhos iniciais são de R$5.454,18 para engenheiro e de R$4.412,32 para os demais. As contratações para todos os cargos serão pelo regime estatutário, que dá direito a estabilidade, e os admitidos ainda farão jus a benefícios, como o auxílio-alimentação, de R$373, já incluído nas remunerações informadas. A carga de trabalho será de 40 horas semanais.

Edital – O resultado definitivo da mobilidade interna está previsto para ser divulgado até o dia 24 do mês que vem, o que não deve impedir a divulgação do edital de abertura do concurso antes dessa data. O documento regulador da seleção precisa ser divulgado até 22 de novembro, conforme estipulado pelo Ministério do Planejamento na autorização do concurso, mas a PF tem o interesse de fazê-lo o quanto antes. A expectativa é que a publicação ocorra já no próximo mês.

Um dos pontos que restam para viabilizar a abertura do concurso é a contratação da organizadora. O processo com esse objetivo foi encaminhado há alguns dias para a Direção de Administração e Logística (DLOG) do órgão e deverá ser submetido ainda à Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça. Especialistas apostam na contratação do Cespe/UnB, que tem organizado todos os últimos concursos no âmbito do Ministério da Justiça e que também ficou à frente da última seleção para a área de apoio do departamento, em 2004, tida pela Corec como maior referência para o novo concurso. Ainda de acordo com a coordenação, provavelmente, a seleção que será aberta compreenderá provas objetivas para todos os cargos, além de discursiva apenas para o nível superior, com as avaliações sendo aplicadas em todo o país.


Provável distribuição das vagas de agente administrativo*
UF Vagas
AC 5
AL 3
AM 7
AP 6
BA 13
CE 8
DF 283
ES 8
GO 6
MA 10
MG 14
MS 12
MT 10
PA 12
PB 2
PE 9
PI 3
PR 15
RJ 22
RN 6
RO 8
RR 5
RS 16
SC 7
SE 4
SP 35
TO 5
Total 534
*Com base no resultado preliminar da mobilidade interna de servidores
Fonte: Sinpec-PF



izabellesouza izabellesouza
32 postagens
Desde 10/07/12


Área administrativa: Cespe/UnB vai organizar concurso

Foi divulgado no Diário Oficial da União desta segunda, dia 14, o extrato de dispensa de licitação para contratação do Cespe/UnB (Fundação Universidade de Brasília) para organizar o concurso para 566 vagas na área administrativa da Polícia Federal (PF). A expectativa agora é de que o contrato seja assinado nos próximos dias, de forma que o edital da seleção possa ser realmente publicado este mês, conforme previsto.

Serão oferecidas 534 vagas apenas para o cargo de agente administrativo, que tem como requisito o ensino médio completo (não é exigida a carteira de habilitação) e proporciona remuneração inicial de R$3.689,77, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373. As outras 32 vagas serão para cargos de nível superior, sendo 11 para engenheiro, sete para assistente social, cinco para contador, quatro para administrador, três para psicólogo e duas para arquivista. Para esses, os iniciais são de R$5.454,18 (engenheiro) e R$4.412,32 (demais), também com o auxílio.

Embora a PF não tenha ainda informado o cronograma do concurso, o mais provável é que as provas sejam aplicadas apenas no início do próximo ano. De acordo com a Coordenação de Recrutamento e Seleção do órgão (Corec), as avaliações (objetivas para todos os cargos, e discursiva apenas para os de nível superior) deverão ser aplicadas em todas as capitais. Já as vagas do concurso serão distribuídas por estado, devendo seguir basicamente a configuração resultante do processo de mobilidade interna de servidores. Segundo informações da Coordenação de Recursos Humanos da PF, o resultado final da remoção interna, que deverá ser divulgado próximo ao edital do concurso, deverá apresentar muito poucas alterações com relação ao resultado preliminar, que serviu de base para o levantamento feito pelo SinpecPF sobre a provável distribuição de vagas para agente.


DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 22/2013 - UASG 200334
Nº Processo: 08063000101201381 . Objeto: Contratação de empresa especializada para realização de Concurso Público, para provimento de cargos efetivos do PEC/DPF. Total de Itens Licitados: 00001 . Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XIII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993. Justificativa: Por se enquadrar no ordenamento jurídico Declaração de Dispensa em 10/10/2013 . FERNANDO DURAN POCH. Ordenador de Despesas . Ratificação em 10/10/2013 . LEANDRO DAIELLO COIMBRA . Diretor Geral . Valor Global: R$6.100.000,00 . CNPJ CONTRATADA : 00.038.174/0001-43 FUNDACAO UNIVERSIDADE DE BRASILIA.

msoffo msoffo
2 postagens
Desde 10/12/13


Iza, tenho uma duvida quanto a remuneração para esse cargo.
São R$ 2.043,17 + variável de até R$ 1.592,00, ou seja, até R$ 3.635,17 brutos...
Isso vai dar pouco mais de R$ 3.070 líquidos mensais.
É só isso mesmo?! Não há nada extra?

Joyce Pereira Joyce Pereira
3 postagens
Desde 05/08/13


e....


LEGISLAÇÃO APLICADA À POLÍCIA FEDERAL:
1 Lei nº 7.102/1983: dispõe sobre segurança para estabelecimentos financeiros, estabelece normas para constituição e funcionamento das empresas
particulares que exploram serviços de vigilância e de transporte de valores, e dá outras providências.
2 Lei nº 10.357/2001: estabelece normas de controle e fiscalização sobre produtos químicos que direta ou indiretamente possam ser destinados à elaboração ilícita de substâncias entorpecentes, psicotrópicas ou que determinem dependência física ou psíquica, e dá outras providências.
3 Lei nº 6.815/1980: define a situação jurídica do estrangeiro no Brasil, cria o Conselho Nacional de Imigração.
4 Lei nº 10.826/2003: Estatuto do Desarmamento.
5 Lei nº 12.830/2013: dispõe sobre a investigação criminal conduzida pelo delegado de polícia.

Joyce Pereira Joyce Pereira
3 postagens
Desde 05/08/13


Esta aberto concurso para Agente Adm da Policia Federal.
Inscrições até 23/12/13 e pgto até 14/01/14, ensino médio,
inscrições aqui: http://www.cespe.unb.br/concursos/DPF_13_ADMINISTRATIVO/

"REMUNERAÇÃO: R$ 3.316,77 (vencimento básico de R$ 2.043,17 + valor mínimo da GDATPF de R$
1.273,60, sendo o valor da GDATPF variável de R$ 1.273,60 a R$ 1.592,00, dependendo da avaliação de
desempenho do servidor), JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais."

* As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de nível superior terão a duração de 5 horas e
serão aplicadas na data provável de 16 de fevereiro de 2014, no turno da manhã.
As provas objetivas para os cargos de nível intermediário terão a duração de 4 horas e serão aplicadas
na data provável de 16 de fevereiro de 2014, no turno da tarde. *

AGENTE ADMINISTRATIVO

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA:
1 Características básicas das organizações formais modernas:
tipos de estrutura organizacional, natureza, finalidades e critérios de departamentalização.
2 Organização administrativa: centralização, descentralização, concentração e desconcentração; organização
administrativa da União; administração direta e indireta.
3 Gestão de processos.
4 Gestão de contratos.
5 Noções de processos licitatórios.

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA:
1 Orçamento público. 1.1 Conceito. 1.2 Técnicas Orçamentárias. 1.3 Princípios orçamentários. 1.4 Ciclo Orçamentário.
2 O orçamento público no Brasil. 2.1 Plano Plurianual na Constituição Federal. 2.2 Diretrizes orçamentárias na Constituição Federal.
2.3 Orçamento anual na Constituição Federal. 2.4 Estrutura programática. 2.5 Créditos ordinários e adicionais.
3 Programação e execução orçamentária e financeira. 3.1 Descentralização orçamentária e financeira. 3.2 Acompanhamento da execução.
4 Receita pública. 4.1 Conceito. 4.2 Classificação segundo a natureza. 4.1 Etapas e estágios.
5 Despesa pública. 5.1 Conceito. 5.2 Classificação segundo a natureza. 5.3 Etapas e estágios. 5.4 Restos a pagar. 5.5 Despesas de exercícios anteriores.
6. Lei de Responsabilidade Fiscal. 6.1 Conceitos e objetivos. 6.2 Planejamento.

NOÇÕES DE GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES:
1 Conceitos, importância, relação com os outros sistemas de organização.
2 A função do órgão de Gestão de Pessoas: atribuições básicas e objetivos, políticas e sistemas de informações gerenciais.
3 Comportamento organizacional: relações indivíduo/organização, motivação, liderança, desempenho.

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS.
1 Classificação de materiais. 1.1 Tipos de classificação.
2 Gestão de estoques.
3 Compras. 3.1 Modalidades de compra. 3.2 Cadastro de fornecedores.
4 Compras no setor público. 4.1 Edital de licitação.
5 Recebimento e armazenagem. 5.1 Entrada. 5.2 Conferência. 5.3 Critérios e técnicas de armazenagem.
6 Gestão patrimonial.
7.1 Controle de bens. 7.2 Inventário. 7.3 Alterações e baixa de bens.

V NOÇÕES DE ARQUIVOLOGIA:
1 Conceitos fundamentais de arquivologia.
2 O gerenciamento da informação e a gestão de documentos. 2.1 diagnósticos. 2.2 Arquivos correntes e intermediário.
2.3 Protocolos. 2.4 Avaliação de documentos. 2.5 Arquivos permanentes.
3 Tipologias documentais e suportes físicos. 3.1 Microfilmagem. 3.2 Automação. 3.3 Preservação, conservação e restauração de documentos.

ATEPASSAR TECNOLOGIA EM PORTAIS EDUCACIONAIS LTDA. / CNPJ: 13283895/0001-60 / Endereço: Rua do Apolo, 161 - Recife, PE - 50030-220 / Atendimento ao cliente
©2013 AtePassar.com. Todos os Direitos Reservados.
AtéPassar - Organizando seus estudos para concursos públicos