Arquivos Correntes, Intermediários e Permanentes.

Mostrando 1 - 2 de 2

Marcel De Monte Cristo Marcel De Monte Cristo
1 postagem
Desde 18/09/10


Os arquivos podem ser identificados como correntes, intermediários e permanentes, que corresponde ao ciclo vital das informações, também chamado de teoria das três idades. Então, provavelmente, quando numa prova cair algo sobre a teoria ou o ciclo ela estará se referindo a isso. A diferença entre elas é bem simples, mas é necessário que o candidato preste bastante atenção. Porque apesar de não ser tão difícil, existem alguns "peguinhas" para confundir o candidato.

O conceito de cada um é o seguinte:

Arquivos correntes: são aqueles em curso, ou que, mesmo sem movimentação, constituam objeto de consultas freqüentes.

Arquivos intermediários: são aqueles que, não sendo de uso corrente nos órgãos produtores, por razões de interesse administrativo, aguardam a sua eliminação ou recolhimento para guarda permanente.

Arquivos permanentes: conjuntos de documentos de valor histórico, probatório e informativo que devem ser definitivamente preservados. (Lei nº. 8.159/91, art. 8º) .

alanacarlla alanacarlla
3 postagens
Desde 20/02/12


Outro ponto a ser focado nos arquivos corrente e intermediário é a vigência administrativa.

alanacarlla alanacarlla
3 postagens
Desde 20/02/12


Vigência: Intervalo de tempo durante o qual o documento
produz efeitos administrativos e legais plenos,
cumprindo as finalidades que determinaram sua
produção.

ATEPASSAR TECNOLOGIA EM PORTAIS EDUCACIONAIS LTDA. / CNPJ: 13283895/0001-60 / Endereço: Rua do Apolo, 161 - Recife, PE - 50030-220 / Atendimento ao cliente
©2013 AtePassar.com. Todos os Direitos Reservados.
AtéPassar - Organizando seus estudos para concursos públicos